terça-feira, 8 de julho de 2008

Ao relógio

Ande...
Aliás:
Corra...
Vamos, corra mais...

Apresse os ponteiros,
corte pela metade os dias que me restam só.
Ando te olhando desesperado,
estou ávido dos ardis desta aflição.

Já são mais de seis meses inteiros,
todos os dias de então,
de dez em dez minutos
estancando o sangue da saudade,
e estacando os sonhos de amor.

Acalme-se...
Aliás:
Tranqüilize-se...
Apesar de implacável, ninguém jamais lhe deu freios...

Concede-me não correr
e não nos jogue adiante demais.

Seja-nos justo:
Corra quando eu for pros abraços,
nos braços dela.
Acalme seus ponteiros,
quando sabendo não me amar o bastante,
seja capaz de amá-la tanto,
a ponto dos ponteiros silenciarem-se
em honra aos clamores de nossa felicidade.

16 comentários:

Thaís Abdala (: disse...

é o tempo passa muito rápido :/

temos que aproveitaar .

parabéns pelo blog :)

Depois veja o meu lá ;)

Parmitaum disse...

CORRA PARA AS COISAS BOAS NA HORA CERTA... POR ENQUANTO... CAMINHE

puurple disse...

"Apesar de implacável, ninguém jamais lhe deu freios..."
adorei esta parte

Giuh disse...

corra para as coisas boas,
freie quando estiver no caminho errado.




amei demais o blog
http://sorrisosdeplasticos.blogspot.com/

infox comp disse...

Opa muito bom hein...

Parabéns!!!


http://infoxcomp.blogspot.com

O Digitador! disse...

Não fike assim... ela volta!

Mandy disse...

Que poema lindo!!! vc quem fez???

O tempo passa muito rápido msm...

Devemos tentar aproveitar ao máximo, tudo q podermos!

^^

BjO.

abutre236 disse...

Relaxa....

Temos todo tempo do mundo,somos tão jovens.

fui.......

Barbara Jordao disse...

O tempo.. é o pior inimigo do amor!

Tiffany disse...

tempo mano velho.

parabéns pelo blog :)

Dani Antunes disse...

Ainda incomunicável?
Sumido eu sei que vc está...

Bjo

Katarina disse...

"todos os dias de então,
de dez em dez minutos
estancando o sangue da saudade,
e estacando os sonhos de amor."

Quer me emprestar o teu relógio?
Ah.. o tempo... o vilão e o herói de quem ama.

Flora Ramos disse...

O meu relógio correu rápido demais. Temo que não haja mais tempo...

Jéssica disse...

Tenho tido a mesma impressão. Este tempo que corre, corre, parece muito sem sentido quando não estamos nos braços daquele ou daquela, enfim. Sabe, eu acredito que seja este o fim do mundo, a finalidade: amar e estar junto... Por que tão longe o tempo é tão angustiante?

Beijos

Jéssica

Lilian Dalledone disse...

Lindas palavras! O tempo às vezes realmente não anda no ritmo de nosso querer...

Emanoel Ferreira disse...

E a Filosofia são as palavras que os lábios tem medo de pronuciar e os corações anseiam por gritar!
Parabéns pelo blog!
Gostaria que entrasse como acompanhante do meu blog Literário, o Imaginosos Vocábulos:
www.imaginososvocabulos.blogspot.com

DESDE JÁ EU AGRADEÇO!